Home Carreira e Mercado de trabalho Quatro lições para o mercado de trabalho

Quatro lições para o mercado de trabalho

Postado em 18/10/2012

Quatro lições para o mercado de trabalho

A cada ano que passa o mercado de trabalho está cada vez mais disputado. Existem muitas vagas, mas nem sempre os candidatos possuem as qualificações que as grandes empresas procuram. Este é o momento para se questionar, qual o diferencial que eu possuo? O que destaca o candidato perante os outros concorrentes sendo que muitos concorrentes possuem a mesma ou quase igual capacitação?

Neste momento é hora da pergunta chave, o que fazer e como fazer para se destacar entre tantos candidatos?

Um dos perfis mais procurados pelas empresas no mercado é o do profissional pró-ativo multifuncional. Esta é uma característica no meio corporativo considerada como um diferencial muito importante, decisivo, que define cargos na hora da contratação. Segundo pesquisas da revista VOCÊ S/A (outubro de 2011), seis em cada dez empregadores procuram essa característica no perfil dos candidatos que buscam recolocação no mercado.

A palavra “pró-atividade” descreve a habilidade de “exercer ação sem esperar por ordens”. Pessoas com este  perfil  procuram informações e oportunidades para fazer as coisas e/ou ideias acontecerem. Buscam naturalmente novos desafios, procuram respostas diferentes para os problemas. Além disso, a pró-atividade está relacionada diretamente com a produtividade, sendo assim os profissionais produzem mais. A métrica das empresas é, equipes menores nos setores, mas com funcionários que exercem atividades simultâneas.

Dicas para ser mais pró-ativo

1-Esteja sempre atento.

Observar é uma ótima forma de prever problemas e situações, assim fica mais fácil programar diferentes soluções para os problemas na empresa. Analisar os projetos, as pessoas que trabalham nele, para saber agir da melhor forma quando houver alguma eventualidade. Preste atenção, os detalhes fazem a diferença sim.

2-Agilidade e rapidez de raciocínio.

Quando há oportunidade de uma nova atividade, o pró-ativo imediatamente toma a frente, perante um grupo, isso já demonstra outra característica legal, a liderança. O pró-ativo não deixa atividades para o outro dia, mesmo que tenha que ficar além do horário, ele começa e termina o trabalho. Comprometimento é o que diferencia uma bom funcionário dos outros.

3-Atitude e ação

Não basta ter boas ideias, mas ter discernimento de agir na hora certa e apresentá-las no momento exato. A precipitação pode colocar a perder projetos importantes. Não basta agir e ser um profissional capaz de tomar decisões imediatas, sem depender da aprovação de outros, ser assertivo também  é primordial.

4-Organização/Networking

Um profissional pró-ativo deve ser organizado, sabe onde procurar documentos, onde achar respostas e principalmente, ele pode até não saber de tudo, mas conhece alguém que sabe e tem sempre os contatos necessários. Rede de relacionamentos é muito importante no meio corporativo, ela pode abrir portas de novos contratos, novas oportunidades tanto para a empresa como para o funcionário.

Se você deseja alcançar sucesso profissional, tem que se destacar no meio da “multidão”, oferecer vantagens para a empresa sendo ético e comprometido com resultados. Desta forma a empresa cresce, você cresce e há satisfação garantida para todos.

$ucesso em sua carreira!

Equipe Atual Card

https://blog.atualcard.com.br

Gostou dessa matéria? Então compartilha.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • tatiana disse:

    gostei muito da dica, muito importante principalmente para quem esta começando agora no mercado de trabalho

    • equipeatual disse:

      Olá Tatiana,
      Sempre buscamos dar as melhores dicar para quem está começando nesse árduo mercado de trabalho.
      Obrigada por sua participação em nosso blog.
      Abraços,
      Equipe Atual Card


Assuntos Relacionados

O que vender para o mundo corporativo?

Fidelização de clientes: 5 técnicas para aplicar ainda hoje!

Você não faz um material para si mesmo (+ O comercial banido da Hyundai)