Home Marketing e Comunicação Técnicas de Venda Intuição e negócios combinam?

Intuição e negócios combinam?

Postado em 05/11/2010

Muitas pessoas ainda têm essa dúvida. Realmente a intuição e os negócios podem andar juntos? Normalmente, as pessoas tendem a perceber a intuição como algo sobrenatural. Mas esse não é o foco que vamos dar nesse artigo. Existe outro tipo de intuição e, sim, ela funciona e muito bem para os negócios.

Por Alexandre Bigaiski

A intuição não é privilégio dos “videntes”, ela é utilizada largamente em várias áreas das nossas vidas, inclusive nos negócios. Mas, como a intuição pode ser algo natural? Vamos trabalhar com alguns exemplos, para começar.

Muitos cientistas afirmam que a intuição nada mais é do que uma série de cálculos que o cérebro faz considerando vários fatores externos, detalhes que, na maioria das vezes, são captados de forma inconsciente pelo cérebro humano. Podemos citar aqui a linguagem corporal, como exemplo simples, onde quem está em uma conversa com os braços cruzados sinaliza assim que não está interessado no que a outra pessoa está falando. Então, se você está conversando com alguém que está o tempo todo de braços cruzados, tentando vender algum produto, por exemplo, tem a “intuição” de que a venda não será realizada. Você pode até não saber o porquê no momento, mas de alguma forma (chamada de intuição) está achando que a conversa não dará o resultado esperado. E, em muitos casos, você está certo. Ou seja, a sua intuição funcionou.

Quer outro exemplo? Se você está andando em uma calçada e vê um carro andando com velocidade superior a dos outros carros, em um dia de chuva, com pista molhada, você tem a intuição de que acontecerá um acidente.

Veja, esses são exemplos muito simples, mas nos negócios sabemos que não funciona dessa forma. As coisas são mais complexas. Um exemplo é o investimento na bolsa de valores. Como você pode saber que tal empresa, na qual você pretende investir algum dinheiro, trará um lucro garantido para você? Usando a intuição – também. Existem várias formas de se medir um possível sucesso ou fracasso de uma empresa, mas como nada é garantido, usamos também a intuição. É uma forma a mais de análise.

Para que a nossa intuição funcione bem é preciso ter muita experiência de vida e, principalmente, na área profissional na qual estamos trabalhando. Muitas vezes sabemos que aquela campanha publicitária não vai funcionar por intuição. Uma intuição que vem da experiência que você tem. É assim chamada de intuição porque você não sabe de onde está surgindo aquela ideia. Vem daí o fato de muitas pessoas acharem que intuição é algo sobrenatural, porque muitas vezes elas não sabem explicar por que estão sentindo aquilo. Mas o conhecimento está dentro de você e, utilizando todos os detalhes de uma situação, o seu cérebro analisará esses dados e lhe retornará a resposta. Quando mais experiência a pessoa tiver, mais funcionará a sua intuição.

Obviamente, não estamos tentando descobrir se a intuição sobrenatural existe ou não. Esse assunto está fora do nosso conhecimento e objetivo. A intenção aqui é sabermos se a intuição pode ser usada nos negócios, que são mensurados por muitos gráficos e dados concretos.

A resposta é sim. Muitas pessoas fizeram e fazem sucesso no mundo dos negócios usando a intuição. Ela realmente funciona. Mas, calma. Não podemos nos pautar somente na intuição para garantir o sucesso de um negócio. É muito importante unirmos várias formas de mensuração para conseguirmos levar um negócio adiante e para que ele faça sucesso. Os dados concretos e estudos de mercado não podem simplesmente serem deixados de lado. Eles são extremamente úteis para que algo dê certo. Junte tudo isso à sua intuição. Confie mais nela. Você vai ver como as suas decisões podem ser tomadas com mais facilidade. Sendo a intuição algo sobrenatural ou não, ela funciona.

E você, usa a intuição nos seus negócios? Deixe um comentário para nós contando um pouquinho sobre o seu processo de decisão.

Grande abraço e bons negócios.

Gráfica Atual Card https://blog.atualcard.com.br

Tags:, , , , , , ,

Gostou dessa matéria? Então compartilha.

Deixe seu comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Celi disse:

    Olá!

    Acredito que a intuição vale muito e deve ser sim um aliado. Claro, junto com conhecimento de mercado, garra, e coragem.

    Abraços,

  • Oberte Feijó disse:

    Muito bom o texto. Acredito que a intuição e a experiência (sim, pois a intuição pode ser algo intrínseco justamente pela experiência herdada até o momento de tomada de decisão) são muito importantes, porém, sem estudo e conhecimento do mercado, assim como tendências, pode tornar-se inútil.

    Abraços,

    Oberte Feijó
    http://www.odesign.com.br

  • Paulo disse:

    Intuição e Negócios combinam sim! Na medida que se adquire informações do mercado, do cliente e acrescentados ao seu poder de criação e competição, a “intuição” passa a ter uma base concreta para a tomada de decisão. A tomada de decisão vem dentro de aspectos positivos tais como: boa receptividade do cliente, trânsito bom, facilidades visíveis. Tudo isto gera o “timing” que é o momento da materialização da intuição. Pode-se notar que tudo é pura observação e psicologia.
    abraços a todos

    • Bom dia, Paulo.

      Excelente comentário. Obrigado por colaborar conosco.

      Grande abraço e bons negócios.

  • “Não existe nenhum caminho lógico para a descoberta das leis do Universo – o único caminho é a intuição” – frase atribuída a Albert Einstein (1879-1955)
    Sucesso e muita intuição para todos! Beatriz Álvares, http://www.alvaresimoveis.com.br.


Assuntos Relacionados

Oito maneiras de combinar fontes [Parte 2/3]

Por que você precisa investir na venda de Calendários? Aprenda aqui!

Lançamento: Pulseiras de identificação